Manutenção do ar condicionado: Mantenha seu aparelho conservado!

jul 14

5 dicas para fazer a manutenção do ar condicionado

Manutenção do ar condicionado: Conversamos com especialistas e separamos 5 dicas exclusivas para te ajudar a manter seu aparelho conservado por mais tempo!

Foi-se o tempo em que o ar-condicionado era um item de luxo. Hoje, ele se faz necessário em casas e ambientes comerciais, garantindo o bem-estar de todos e até aumentando a produtividade.

Cada dia mais modernos e acessíveis, esses aparelhos se tornaram indispensáveis na casa do brasileiro, principalmente em cidades mais quentes. Porém, é preciso tomar algumas precauções com relação à manutenção para garantir seu melhor desempenho.

Além de prevenir panes e prolongar o tempo de vida do equipamento, a manutenção periódica ajuda na economia de energia e também a combater danos à saúde, no caso de alergias. Abaixo você confere 5 dicas para lhe ajudar a fazer a manutenção do ar-condicionado. Confira!

Como fazer a manutenção do ar-condicionado

Antes de iniciar a manutenção do ar-condicionado, tenha a certeza de que as tensões elétricas que alimentam o aparelho estejam desligadas. Uma vez desativadas, você poderá conferir alguns pontos descritos abaixo:

Verificar se o aparelho está ligado corretamente

O ar-condicionado deve estar corretamente conectado à rede principal, ou seja, todos os dispositivos manuais ou automáticos de manobra e proteção do circuito devem estar devidamente ligados sem quaisquer interrupções, tais como chaves abertas, fusíveis queimados etc., assim como o termostato e a chave interruptora também deverão estar regulados e na posição correta.

Realizar limpeza preventiva

O acúmulo de poeira nos gabinetes, grelhas e na área ao redor do aparelho pode obstruir e reduzir o fluxo de ar para o ar-condicionado, tornando-o mais fraco e reduzindo sua capacidade de funcionamento. Por isso, esses locais precisam ser mantidos sempre limpos.

Você pode fazer isso com o auxílio de um pano ou flanela macia umedecido em sabão neutro ou água morna. Mas atenção: durante a limpeza, jamais deve-se utilizar álcool ou solventes, pois isso pode danificar o aparelho.

Higienizar periodicamente as serpentinas

A serpentina do ar-condicionado é responsável pelo processo de climatização. A falta de higienização e sujeira acumulada nelas, somada à umidade do interior do aparelho, podem oferecer um ambiente propício para a formação de colônias de fungos, bactérias, mofo, entre outros contaminantes.

Para evitar a proliferação de quaisquer microrganismos, é preciso manter a higienização periódica das serpentinas. Para limpar as aletas — responsáveis pela direção do vento —, direcione um jato de água com baixa pressão ou um jato de ar comprimido no sentido inverso das peças. Lembre-se que todo cuidado é pouco para não danificar o seu equipamento.

Analisar as conexões do aparelho

Para evitar problemas com o aparecimento de vazamentos, ruídos e vibrações, durante a manutenção do ar-condicionado o usuário deve verificar se as conexões, flanges e outras fixações estão bem apertadas, pois é por meio delas que ocorre a troca de temperaturas e o escoamento da água.

Conferir as condições das peças metálicas e tubulações

As peças metálicas e tubulações do ar-condicionado devem estar sempre no local correto e em boas condições. Para isso, o usuário precisa conferir se o isolamento entre as peças está instalado de maneira adequada, a fim de evitar possíveis problemas com o equipamento.

Outra medida de manutenção do ar-condicionado é a realização da limpeza do filtro regularmente, pelo menos uma vez por mês, para assegurar o total funcionamento do aparelho.

Benefícios da manutenção do ar-condicionado

Existem muitos benefícios de realizar a manutenção periodicamente, tanto para a saúde quanto para o aparelho. Entre eles, podemos destacar:

Prevenção do mau funcionamento

Como você viu, por ficar em ambiente fechado, o ar-condicionado está exposto ao acúmulo de poeira e outros microrganismos que podem obstruir os filtros, turbinas e serpentinas.

Além de trazer prejuízos ao aparelho e causar problemas para a saúde, a sujeira atrapalha o bom funcionamento do mesmo, sendo uma das principais causas de pane. Por isso, realizar a manutenção preventiva e manter a limpeza em dia evita o acúmulo de sujeiras e aumenta a vida útil do equipamento.

Benefícios à saúde

A poeira acumulada no ar-condicionado volta para o ambiente à medida que ele é usado — ou seja, quando a limpeza não é realizada, os filtros liberam novamente a sujeira retida. Essa condição pode trazer tanto problemas para o equipamento quanto um risco à saúde do usuário.

A manutenção e higienização regular do equipamento deve ser feita uma vez por mês ou a cada 15 dias para reter as impurezas e microrganismos em seu filtro, dificultando a possível proliferação de bactérias e fungos causadores de sinusites, rinites e outros problemas de saúde.

Maior durabilidade

Não importa se o aparelho está em uso ou não: a falta de manutenção preventiva pode originar ferrugem e corrosão nas peças, especialmente em cidades litorâneas.

Para garantir sua eficiência, o ar-condicionado deve ser mantido sempre em boas condições de limpeza. Além de prolongar a vida útil das peças e conservá-lo por mais tempo, o equipamento proporcionará maior conforto para quem o utiliza.

Economia

A falta de manutenção e limpeza faz com que o ar-condicionado trabalhe mais forçado, sobrecarregando o compressor, que tem com função resfriar o ambiente. Funcionando nessas condições, o aparelho consome muito mais energia elétrica e, consequentemente, também acaba pesando no bolso do usuário.

Para evitar surpresas desagradáveis no fim do mês, é preciso usar o equipamento moderadamente e se atentar para os períodos em que deve ser realizada a limpeza e a manutenção preventiva.

Período certo para fazer a manutenção

Geralmente, a manutenção do ar-condicionado é feita quando há um acúmulo de sujidades ou quando existe algum problema com o funcionamento adequado do equipamento, como um ruído incomum ou impotência no processo de refrigeração. No entanto, cada modelo de ar-condicionado apresenta suas particularidades, por isso o ideal é que o usuário verifique no manual do aparelho a frequência correta de manutenção do mesmo.

Recomenda-se também a manutenção profissional uma vez por ano. Realizada por um técnico autorizado, a limpeza do ar-condicionado é feita de maneira mais rigorosa: o profissional vai desmontar o equipamento para ser higienizado por completo, utilizando produtos específicos para este fim. Dessa forma, é possível garantir maior durabilidade do equipamento e manter o ar-condicionado em excelentes condições ao longo do ano.

Lei sobre a manutenção de instalações e equipamentos de climatização

Foi publicada no dia 5 de janeiro de 2018, uma lei que todos os edifícios, públicos ou privados, serão obrigados a fazer a manutenção de seus sistemas de ar condicionado. É o que determina a Lei 13.589/2018. A lei já entrou em vigor para as novas instalações. O prazo para os requisitos é de 180 dias depois da regulamentação da lei, ou seja, todo cuidado é pouco.

Para maiores informações acessem o arquivo no link.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.