Afinal, um ar-condicionado 220v pode funcionar em uma rede 110v? – A.Dias

maio 25

Afinal, um ar-condicionado 220v pode funcionar em uma rede 110v?

O que acontece se um ar-condicionado 220V for ligado em uma rede 110V? A maioria das pessoas parece conhecer a resposta para essa pergunta: o aparelho não queima devido à baixa tensão elétrica que recebe — a metade da qual ele foi projetado.

Mas e quando pensamos no contrário, ou seja, um aparelho 110V ligado a uma rede 220V? É possível imaginar que o dispositivo queima — afinal, ele receberá o dobro da tensão dimensionada no seu projeto. Mas será que isso significa que é possível utilizá-lo?

Quer saber a resposta para essas perguntas e outras dúvidas a respeito do tema? Continue a leitura e descubra!

Como funciona a rede elétrica no Brasil?

A tensão da rede elétrica no Brasil varia de estado para estado e, muitas vezes, até de cidade para cidade. É possível encontrar municípios do Espírito Santo, por exemplo, com uma tensão de 110V e outro com a de 220V.

Por isso, na hora de comprar seu ar-condicionado é preciso cuidado. A grande maioria dos modelos Split é fabricada com a tensão de 220V. Nesse caso, você não perderá o aparelho caso o ligue em uma tensão errada, porém é preciso observar para tirar o melhor proveito da sua aquisição.

Como é montada uma rede elétrica?

A distribuição de energia elétrica por parte da distribuidora é realizada tendo base a quantidade de energia que um local específico necessita. Para isso, é avaliada a quantidade média de aparelhos eletrônicos, lâmpadas, chuveiros e eletrodomésticos que são geralmente utilizados pelos proprietários. Posteriormente, é estabelecido se o espaço necessita de uma rede trifásica ou monofásica.

Quando o local é uma empresa, que comporta diversos maquinários e equipamentos, é normalmente utilizada a rede trifásica devido à alta quantidade de energia consumida. Já em casas e apartamentos, a rede monofásica é a mais utilizada, uma vez que a quantidade de energia gasta raramente ultrapassa a quantidade de quilowatts sustentada por esse tipo de rede.

Redes monofásicas, bifásicas e trifásicas

Tecnicamente falando, a rede monofásica comporta as voltagens de 110V e 220V, já a trifásica comporta 220V e 380v. Toda casa tem em sua caixa de força 220V monofásico, ou seja, dois fios com 110V cada. Assim, para montar uma rede elétrica interna para eletrodomésticos, o eletricista deve puxar um fio 110V mais um fio terra.

Também, em redes residenciais e de pequenos comércios, é possível montar uma rede bifásica. Com ela, o eletricista puxa dois fios 110V mais o fio terra da caixa de força, e os instala para criar tomadas de 220V. Essas são o padrão para eletrodomésticos que demandam mais potência, como os ares-condicionados por exemplo. Ambos os tipos de rede bifásico e monofásico são executados por um eletricista.

Já nas redes trifásicas são necessários três fios — dois de 110, que vão diretamente no relógio, e um terceiro, que necessita de um transformador para funcionar. Nesse caso, o trabalho é realizado por um engenheiro eletricista.

Resumindo, a rede monofásica conta com dois fios, 1 fase e 1 neutro, que geralmente apresentam uma voltagem de 127v ou 220V, a depender da concessionária de energia, chegado a até 8.000 watts de potência.

A rede bifásica apresenta três fios, 2 fases e 1 neutro e sua tensão é normalmente de 127/220V, alcançando entre 12.000 e 25.000 watts de potência.

Já a trifásica apresenta quatro fios, 3 fases e 1 neutro, com uma potência de 220/380v e uma carga que varia entre 25.000 e 75.000 watts de potência.

Portanto, para realizar a instalação de um ar-condicionado 220V em sua casa, primeiramente tenha conhecimento da capacidade de voltagem de sua instalação elétrica. Para tal, você poderá utilizar um multímetro ou uma chave de testes. Caso você não possua nenhum desses dois itens, recorra a um eletricista.

Após descobrir a voltagem exata de sua residência, caso ela tenha uma rede monofásica, será necessária a montagem de uma rede bifásica com a ajuda de um eletricista, que fará a ligação elétrica com disjuntores específicos.

O ar-condicionado 220V funciona normalmente em 110V?

Como você deve ter percebido, há todo um planejamento por trás da rede elétrica. Portanto, você deve sempre utilizar os eletrodomésticos na voltagem correta, caso contrário, pode haver o comprometimento de toda a rede. Assim, caso você conecte um aparelho 110V em uma tomada 220V, é possível que haja sobrecarga de tensão, causando um curto circuito.

Ao contrário do caso anterior, um ar-condicionado com tensão de 220V conectado a uma rede elétrica 110V não apresentará problemas ou danos. Contudo, devido ao recebimento de uma tensão abaixo do que o dispositivo precisa para funcionar, seu desempenho ficará comprometido. Na verdade, ele não entregará uma potência suficiente para resfriar o ambiente.

Nessa situação, o compressor do ar-condicionado não será acionado, o que significa que somente a função de ventilação do aparelho vai funcionar. Ainda assim, com uma capacidade reduzida — mais fraca do que ventiladores comuns.

O que fazer para resolver o problema?

Caso você esteja considerando comprar um ar-condicionado 220V e a rede elétrica na sua residência seja de 110V, pode ficar tranquilo, pois esse problema tem solução.

A primeira coisa que pode ser feita é solicitar, junto à concessionária responsável pela sua localidade, a alteração da rede bifásica (fase-neutro) para a trifásica (fase-fase-neutro), que atende os aparelhos 220V. Dessa forma, a mudança será feita diretamente na rede de distribuição e você poderá ligar seu dispositivo sem problemas.

Contudo, se isso não for possível, é preciso utilizar como segunda opção um transformador para alterar a tensão que sai da sua rede de 110 para 220 volts trifásica. Porém, essa não é a saída mais indicada, visto que um transformador aumenta consideravelmente o consumo de energia elétrica na residência.

Além disso, ele pode causar danos ao aparelho, o que fez com que muitas marcas mencionem que o uso desse tipo de dispositivo acarreta na perda de garantia do ar-condicionado.

Tanto em construções comerciais quanto nas residenciais, é preciso garantir que a rede de energia tenha a fiação adequada para a instalação de um ar-condicionado 220V, evitando, assim, dores de cabeça no futuro.

Quando tratamos de prédios, onde pode haver muitos desses aparelhos conectados à rede, o cuidado deve ser ainda maior. Antes de adquirir seu aparelho de ar-condicionado, não hesite em consultar um eletricista.

Se ainda tiver alguma dúvida a respeito do ar-condicionado 220V, não deixe de consultar o nosso guia completo sobre o assunto. É só baixá-lo para acessar de onde quiser!

Posts Relacionados

4 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • jose mendes on 25 de maio de 2018 at 17:51
    • Responder

    Tenho que colocar 3 aparelhos de 30.000 na voltgem de 220v.

    Qual a bitola de fiação partindo do disjuntor de entrada que recebe carga da operadora?

    Qual a bitola de fiação desse disjuntor ate a caixa de barramento?

    E a bitola para os aparelhos?

    1. Este dimensionamento de bitola de cabo deverá ser realizado conforme norma NBR 5410 por um engenheiro ou eletricista especializado, alguns fabricantes já estão excluindo de seus manuais estás informações. Para dimensionamentos de condutores/cabos são levados muitas questões em considerações que podem variar de acordo com cada instalação, em resumo não trabalhamos com parte elétrica e não nos responsabilizamos.

    • Carla on 30 de janeiro de 2019 at 14:33
    • Responder

    Boa tarde!
    Tenho somente a rede 110v e quero comprar um ar condicionado 220v vamos colocar um transformador, meu eletricista disse que dá super certo ! Será que posso confiar ? Obg

    1. Carla, Normalmente todas as residencias recebem na caixa de luz a opção de ligação 220v, tendo apenas que puxar a ligação para o ambiente escolhido.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.