Ar-condicionado no verão: Qual a temperatura certa?

dez 19

Qual a temperatura certa do ar-condicionado no verão?

Ar-condicionado no verão: Conheça agora qual a temperatura certa para o verão e saiba todas as informações para ter sempre um ambiente ameno e agradável!

O ar-condicionado tornou-se um aparelho praticamente indispensável na vida das pessoas. Se antes ele era usado com maior frequência em estabelecimentos comerciais e escritórios, hoje em dia a história já não é mais a mesma. O equipamento está cada vez mais presente em residências — ainda mais quando o verão chega e as temperaturas tendem a subir.

No entanto, ter um ar-condicionado em casa requer mais atenção do que as pessoas imaginam, principalmente quando o assunto é a temperatura do aparelho. Várias pessoas gostam de deixar o ambiente do seu cômodo mais fresco e com temperaturas mais baixas, mas não fazem ideia do mal que isso traz à saúde e como isso acaba pesando no bolso no final do mês.

Conheça agora qual a temperatura do ar-condicionado correta no verão e saiba todas as informações necessárias para aliar saúde e bem-estar a um ambiente ameno e agradável!

A baixa temperatura do ar-condicionado e seus perigos

Todo mundo sabe que a proliferação de doenças ocorre com maior incidência em locais fechados e com grande concentração de pessoas. O fator se agrava ainda mais quando combinado às baixas temperaturas do aparelho.

O ar frio que refresca os ambientes tem um efeito bastante indesejado: ele resseca as mucosas do nariz e prejudica o sistema de defesa do organismo contra bactérias, vírus e micro-organismos nocivos.

Em temperaturas muito baixas, os cílios presentes na mucosa nasal, responsáveis pela proteção contra doenças, ficam ressecados e incapazes de cumprir seu papel.

Por isso, o uso excessivo e incorreto do ar-condicionado pode diminuir a resistência e aumentar a incidência de doenças como gripes, resfriados e infecções.

Além disso, nos ductos do ar-condicionado existem bactérias, fungos, ácaros e impurezas que não são 100% retidas pelos filtros, especialmente quando a manutenção do aparelho não está em dia.

Esses micro-organismos se espalham naturalmente pelo ambiente quando o aparelho está em funcionamento e quando há muitas pessoas presentes em determinado local.

Outro fator a ser considerado é o famoso “choque térmico”: mudanças bruscas de temperatura (sair de um ambiente muito quente e entrar em um cômodo muito frio, e vice-versa) podem ter um impacto negativo na imunidade e deixar o corpo mais vulnerável à ação de vírus e bactérias causadores de infecções.

Mas, será que o ar-condicionado realmente é um vilão para a nossa saúde? Especialistas são unânimes em afirmar: não!  Afinal, o aparelho é utilizado com frequência em hospitais e maternidades para aumentar o conforto térmico de recém-nascidos e pacientes acamados.

O que se recomenda, portanto, é bom senso: em condições adequadas de uso e regulando corretamente a temperatura do ar-condicionado, o aparelho pode ser utilizado sem medo.

Temperatura ideal para o ar-condicionado no verão

Já que temperaturas muito baixas fazem mal à saúde, qual deve ser o ponto ideal para que o ambiente fique agradável e seja saudável ao mesmo tempo?

Segundo a indicação do diretor técnico da ASBRAV (Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar condicionado, Aquecimento e Ventilação), Ricardo Vaz de Souza, a resposta é simples: basta ajustar seu aparelho na temperatura de 23 graus Celsius.

Essa temperatura, segundo Ricardo Vaz, não só proporciona o conforto ideal para as pessoas, como também garante uma economia de até 50% na conta elétrica no final do mês. Além disso, o diretor avisa que altas temperaturas interferem nas atividades cotidianas das pessoas, pois atrapalham na concentração e no funcionamento do metabolismo.

Já a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) é um pouco mais flexível na recomendação: de acordo com o órgão, a temperatura do ar-condicionado pode variar entre 23º C a 26º C no verão. Esse intervalo é considerado o ideal para  refrescar o ambiente sem prejudicar a saúde, especialmente nos dias mais quentes do ano.

Temperatura do ar-condicionado e conforto térmico

Apesar de existirem recomendações com relação à temperatura ideal do ar-condicionado, não existe um consenso entre os usuários, justamente porque cada pessoa tem sua própria temperatura de conforto.

Existem pessoas que se sentem bem em ambientes mais frios e preferem naturalmente as baixas temperaturas. Já outras pessoas dificilmente sentem calor e preferem configurar temperaturas mais altas no aparelho de ar-condicionado.

Além disso, existe um hábito bastante comum entre usuários de ar-condicionado no verão: ligar o aparelho em temperaturas muito baixas na esperança de refrescar rapidamente o ambiente, e só então configurar a temperatura correta. Essa prática, além de ineficiente, pode sobrecarregar o aparelho.

Para encontrar a temperatura que ofereça conforto térmico sem danificar o ar-condicionado ou encarecer a conta de energia, é necessário avaliar diversos fatores:

  • o clima e a temperatura externa;
  • as particularidades de cada pessoa;
  • as vestimentas utilizadas no ambiente;
  • as recomendações dos profissionais de saúde.

Um ambiente agradável em época de calor não precisa ser frio, necessariamente. O ideal é encontrar um equilíbrio que permita refrescar o ambiente sem exageros, usufruindo do ar-condicionado com segurança e bom senso.

Cuidados com o ar-condicionado

Nesse contexto, vale lembrar que não basta apenas configurar a temperatura ideal. O ar-condicionado deve passar por manutenções constantes. A limpeza é primordial nesse caso e o aparelho deve ser fiscalizado periodicamente para que funcione corretamente, verificando também se a instalação foi feita corretamente.

Outros cuidados importantes para otimizar o uso do aparelho são:

  • fechar portas e janelas ao ligar o ar-condicionado, para evitar a entrada do ar quente e a saída do ar frio;
  • manter cortinas e persianas fechadas para bloquear a luz e o calor do sol;
  • programar o timer (temporizador) para economizar energia em dias menos quentes;
  • desligar o aparelho quando não houver pessoas no ambiente;
  • certificar-se de que a unidade condensadora (externa) esteja instalada em local com circulação de ar suficiente;
  • desligar aparelhos eletrônicos que não estejam sendo usados no local, já que eles podem exigir mais do ar-condicionado.

Utilizar o aparelho de maneira correta garante que a temperatura se mantenha estável e adequada para resfriar o ambiente sem prejudicar a saúde. Esses cuidados também aumentam a vida útil do ar-condicionado e contribuem para o controle da conta de energia elétrica, evitando desperdícios e surpresas desagradáveis.

Desse modo, o ar-condicionado no verão deve ser bem utilizado e as temperatura em torno de 23 graus Celsius mostraram-se ideais para a saúde e para o bolso. As manutenções são cruciais também e com todos os devidos cuidados os resultados serão os melhores possíveis!

E você? Já deixou o frio pra trás e ajustou a temperatura do ar-condicionado no verão? Para continuar recebendo nossas dicas, não esqueça de nos acompanhar nas redes sociais: estamos no FacebookTwitterGoogle+ e YouTube!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.