0800 15 66 11 ou (11) 3649-4000 - Seg à Sex das 8:15 as 19:00 - Sábado das 09:00 as 15:00.
Seu portal de conteúdo especializado em ar-condicionado!
Nossas redes sociais:

Academia com ar-condicionado: afinal, pode ou não pode?

Academia com ar-condicionado: Saiba agora até onde um ar-condicionado é benéfico à saúde quando utilizado no ambiente em que praticamos exercícios físicos!

Praticar atividades físicas é muito importante para manter a saúde em dia. No entanto, para que o resultado seja satisfatório, é necessário prestar atenção a alguns fatores, como alimentação, hidratação, repouso e temperatura do local — afinal, tudo isso influencia na forma como o nosso corpo responde à prática de exercícios.

A academia com ar-condicionado é um dos ambientes preferidos para malhar nos dias mais quentes, pois o ar resfriado ajuda a manter a disposição e o conforto para treinar por mais tempo.

Mas até que ponto o ar-condicionado é benéfico à saúde quando utilizado no ambiente em que praticamos exercícios físicos? É isso que você vai conferir agora:

Desvantagens do ar-condicionado na academia

A prática de atividades físicas provoca uma baixa temporária na imunidade, pois as células de defesa são recrutadas para executar o reparo dos tecidos lesados pelo estresse mecânico.

Além disso, a frequência cardíaca e a frequência respiratória são aumentadas devido ao esforço, fazendo com que o organismo fique vulnerável ao ataque de micro-organismos patológicos.

Nesse contexto, o modelo Split de ar-condicionado não promove a circulação e a renovação constante do ar. Além disso, ele retira a umidade do ar, facilitando o ressecamento do muco protetor das vias respiratórias e favorecendo o aparecimento de doenças como sinusite, bronquite e rinite.

Recomendações para uma academia com ar-condicionado

Apesar das desvantagens citadas, sabemos que nem sempre é possível praticar exercícios físicos em lugares com ventilação natural e constante. Nesse contexto, o ar-condicionado pode ser utilizado, desde que se tome alguns cuidados para não prejudicar a saúde das pessoas que utilizam o ambiente.

Veja alguns cuidados básicos para manter o ar-condicionado funcionando corretamente:

  • Limpeza constante dos filtros: manter os filtros do ar-condicionado sempre limpos já é um bom começo para prevenir doenças, pois evita o acúmulo de fungos, ácaros e bactérias, que causam infecção nas vias respiratórias.
  • Controlar a temperatura e a umidade do ar: além de controlar a temperatura entre 20 e 25°C — ideal para o ambiente da academia —, o ar-condicionado deve adequar a umidade relativa do ar entre 40 e 60%, umidificando ou eliminando o excesso de água no ambiente.
  • Evitar o choque térmico: também é recomendado que os alunos evitem o choque térmico, que ocorre quando saímos bruscamente de um ambiente muito frio ou muito quente. Como o nosso corpo demora um pouco para se acostumar com a nova temperatura, é aconselhável modificá-la de forma gradual.

Modelos de ar-condicionado recomendados para academias

Os melhores modelos de climatização para academias são aqueles que oferecem ventilação natural ou mecânica, com sistemas de ventiladores e exaustores, pois favorecem a renovação do ar. Sistemas centrais de insuflação, que refrescam o ambiente através de dutos, também atendem às necessidades de uma academia.

A cortina de ar é um recurso que também deve ser utilizado pelas academias, pois este aparelho impede a perda do ar frio do ambiente interno, e não deixa que poeira, insetos e pequenas partículas de sujeira, assim como o ar quente de fora, entrem para o local. Além do conforto térmico, ele também ajuda a manter o ambiente limpo e livre de qualquer substância que possa interferir no desempenho dos treinos.

Agora que você já conhece as principais recomendações para uma academia com ar-condicionado, que tal nos seguir nas redes sociais? Estamos no Facebook, Twitter, Google+ e YouTube com os melhores conteúdos para ajudar você a ficar em dia com a saúde!

Posts Relacionados

CONTEÚDOS GRATUITOS
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente mais conteúdos como este!

Digite seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *