0800 15 66 11 ou (11) 3649-4000 - Seg à Sex das 8h30 às 18h.
Seu portal de conteúdo especializado em ar-condicionado!
Nossas redes sociais:
CONTEÚDOS GRATUITOS
Coloque seu e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do Blog!
Qual a melhor voltagem para ar-condicionado? 25 de abril de 2017

Com as altas temperaturas do Brasil, ter um ar-condicionado em casa tornou-se praticamente indispensável. Além de resfriar o ar, o aparelho conta com inúmeras vantagens. Uma delas é a capacidade de combater o crescimento de fungos, reduzindo sintomas comuns em alérgicos.  Na hora de adquirir um aparelho, no entanto, surgem diversas dúvidas. A mais comum refere-se à voltagem do ar-condicionado: 110 ou 220? Será que existe uma ideal?  Para te ajudar a optar pelo melhor aparelho, listamos aqui todos os detalhes que você precisa saber para escolher a voltagem ideal para o seu ar-condicionado. Confira! Qual a melhor voltagem para ar condicionado? Tecnicamente, podemos dizer que não há diferença em relação ao desempenho de aparelhos 110V ou 220V. Os fabricantes, na maioria das vezes, escolhem a voltagem de acordo com a disponibilidade local.  No Brasil, por exemplo, a tensão 220V predomina. Por isso, será mais difícil encontrar aparelhos com a voltagem 110 nas lojas. Isso causa alguns transtornos aos usuários, já que muitos precisam trocar a fiação elétrica de suas casas ou utilizar transformadores.  A boa notícia é que em algumas lojas online é possível encontrar ar-condicionados de 110V em diferentes modelos: split, janela, split-janela e portátil. Mas, será que vale a pena? Existe mesmo uma voltagem mais indicada para estes aparelhos? É o que você vai descobrir a seguir!  Ar-condicionado 110V x 220V Como falamos, a voltagem não afetará no desempenho do aparelho. No entanto, quando o assunto é economia de energia, pode haver algumas desvantagens dependendo do ar-condicionado escolhido.  Para entender porque isso ocorre, é necessário saber que qualquer equipamento elétrico consome energia de duas formas: através do próprio aparelho e pelos fios que ficam por dentro das paredes. Na primeira forma, o consumo de energia é o mesmo tanto para 110V quanto para 220V. No entanto, o gasto enérgico da fiação da casa dependerá da voltagem do aparelho. Geralmente, os eletrônicos com tensão 110V têm um gasto maior do que os 220V.  Então, o melhor é adquirir um ar 220V, certo? Não é bem assim. A voltagem 110 precisa de fiações mais resistentes e de calibres mais elevados — essa é justamente a explicação para ela ter um gasto elétrico um pouco maior. As casas e escritórios, porém, nem sempre possuem este tipo de fio, o que pode gerar gastos extras com instalação e manutenção. Aparelhos de 220V, ao contrário, são capazes de trabalhar com fiações mais finas.  E agora, como escolher a voltagem ideal? Geralmente, o gasto de energia do ar-condicionado dependerá dos fios. Por isso, antes de adquirir um aparelho, é interessante observar a fiação de sua casa. As construções mais modernas costumam possuir fios grossos o suficiente para aguentar tranquilamente uma tensão de 110V. No entanto, muitas casas e estabelecimentos comerciais construídos no século XX não seguiram esses padrões.  Por isso, é importante observar o tipo e o estado da fiação. Isso porque muitas podem possuir emendas mal feitas, que também consomem energia. Vale mencionar também a região do país onde você está. O Brasil é o único lugar do mundo que possui duas voltagens oficiais, o que causa confusões e transtornos (quem nunca teve um aparelho queimado ao ligá-lo em outro estado?). Por isso, antes de adquirir o seu ar, vale refletir se pretende mudar de região.  Esse artigo sobre a melhor voltagem para ar-condicionado foi útil para você? Quer se informar mais sobre o assunto antes de adquirir o seu aparelho? Continue conosco e descubra tudo referente aos aparelhos de 110V!

Continuar lendo
Odor no ar-condicionado: o que causa e como resolver? 20 de abril de 2017

Em dias muito quentes, não há nada mais prazeroso que chegar em casa e ligar o ar-condicionado, não é mesmo? Ele deixa o ambiente mais fresco e agradável, perfeito para curtir com a família e relaxar após um dia de trabalho. Mas para que isso seja possível, é importante que o aparelho esteja devidamente higienizado e com a manutenção em dia. Caso contrário, ao ligá-lo, você poderá sentir cheiros desagradáveis que podem interferir na qualidade do ar do ambiente. Você já tem um aparelho desse na sua casa ou pretende comprar um? Então acompanhe o post para descobrir as causas do odor no ar-condicionado e como resolver isso! Afinal, o que causa odor no ar-condicionado? Algumas pessoas acham que o mau cheiro é proveniente de algum defeito no aparelho. Já outros imaginam que o cheiro vem do gás refrigerante. Na verdade, nenhuma dessas respostas está correta. A causa mais comum é a falta de higienização, seguido por instalações incorretas e, por fim, causas externas. Veja abaixo em detalhes: Aparelho sujo O ar-condicionado é responsável por filtrar o ar do ambiente. Por isso, os filtros do aparelho devem ser limpos com regularidade. Entretanto, o contato da poeira que entra no aparelho com a umidade da serpentina — algo como um sistema de mangueiras por onde passa líquido ou gás — cria o ambiente perfeito para o surgimento de mofo, que causa mau cheiro. Dreno sem sifão Quando o aparelho de ar-condicionado é instalado, geralmente, liga-se o dreno à rede de esgoto, ao banheiro ou à varanda. Nesses casos, é muito comum que o sifão, peça que serve para evitar que cheiros desagradáveis voltem ao ambiente, seja esquecido. Mofo pela casa Como vimos no primeiro item, o ar-condicionado filtra o ar do ambiente durante o processo de climatização. Por isso, se alguma parede estiver mofada, ou até mesmo algum móvel, esse cheiro de mofo será absorvido e potencializado pelo aparelho. Limpeza incorreta Usar produtos químicos para limpar o ar-condicionado pode ser uma das causas do mau cheiro, pois esses produtos deixam resíduos e acabam com a vida útil do aparelho. Odores que vêm de fora Qualquer cheiro, bom ou ruim, que esteja do lado de fora da sua casa será absorvido pelo ar-condicionado por meio da mangueira do dreno. Por isso, é importante que essa peça seja embutida ou canalizada corretamente. Por que é importante limpar o aparelho? Em primeiro lugar, é questão de saúde e qualidade de vida. Imagine você e sua família em meio a uma proliferação de fungos, ácaros e bactérias por causa da sujeira do aparelho. Nada legal, né? Além disso, uma limpeza correta e frequente garante o bom funcionamento do aparelho, aumenta sua vida útil e reduz despesas, como manutenção e consumo de energia. Uma boa dica é verificar se o seu aparelho possui a função Auto Clean, aquela de limpeza automática, que serve para diminuir a umidade interna e minimiza bastante o surgimento de fungos. Se for comprar um aparelho novo, busque por modelos com essa função. Frequência de limpeza É importante dizer que a limpeza do filtro do aparelho deve ocorrer de 15 em 15 dias. Já a limpeza completa pode ser feita uma vez por ano. Como acabar com mau cheiro? Não adianta nada usar cheirinhos, velas perfumadas e nenhum outro artigo aromático: você precisa resolver o problema pela raiz! Veja abaixo algumas soluções para acabar de vez com o odor no ar-condicionado: higienização completa: solução ideal para quem já tem o aparelho a mais de 3 anos e não costuma limpar regularmente; reinstalação: se o aparelho foi recém-instalado, mas está apresentando mau cheiro, o ideal é solicitar que a equipe de instalação retorne a sua casa e, se preciso for, reinstale o ar-condicionado; verificação externa: para aparelhos com o dreno exposto do lado de fora, é recomendável tentar identificar possíveis causas para o mau cheiro, por exemplo, fezes ou urina animal. Agora que você conhece as causas e sabe como evitar o odor no ar-condicionado, já pode curtir os momentos em família e relaxar sem nenhuma preocupação! Gostou deste texto e quer receber nossas atualizações direto na sua caixa de entrada? Então assine gratuitamente a nossa newsletter e não perca nenhuma novidade!

Continuar lendo
Qual a importância do ar-condicionado na gravidez? 18 de abril de 2017

A gravidez é um dos momentos mais fantásticos na vida de uma família — afinal, é a vida de um novo ser que está se formando. E como em todo momento especial, alguns cuidados são realmente indispensáveis!  Você já reparou no quanto a temperatura do ambiente afeta uma gestante? Por isso, é muito importante contar com um ar-condicionado na gravidez — a fim de proporcionar conforto para a mamãe e o bebê.  Mas você sabe por que cuidar da climatização é tão importante? Sabe os cuidados que deve-se ter na instalação do ar-condicionado? Continue nos acompanhando e descubra mais!  Afinal, por que um ambiente climatizado é importante para a gestante?  Insolação, náuseas, desmaios e pressão baixa são queixas recorrentes de muitas pessoas quando as temperaturas aumentam, você já percebeu? Quando essa pessoa é gestante, no entanto, essas situações pioram.  Durante a gestação, o metabolismo fica mais acelerado, os pés e mãos incham e, de maneira geral, todo o organismo fica mais sensível. Queda de pressão e retenção de líquido são alguns dos problemas enfrentados pelas futuras mamães que podem prejudicar o bebê. Tudo isso pode piorar com as altas temperaturas, e é neste ponto que reside a importância de uma mulher grávida ficar em um ambiente bem climatizado.  Quais cuidados ter com o ar-condicionado na gravidez? O principal momento de atenção é não exagerar ao diminuir ou aumentar a temperatura do recinto. Há uma média de temperatura ideal para proporcionar conforto térmico (entre 20ºC e 24ºC), e toda alteração que ultrapasse isso pode causar problemas. O ressecamento das vias aéreas é outra ponto que deve ser levado em conta. Como o ar-condicionado deixa o ambiente mais seco, esta é uma questão comum. A melhor forma de manter a umidade estável e evitar isso é por meio de um umidificador — ou de um balde ou bacia com água e uma toalha molhada por perto.  Quais os cuidados necessários com a manutenção e instalação? O primeiro grande cuidado é em relação à instalação, e não apenas quando trata-se de um aparelho voltado para gestantes. O ideal é que ela seja feita de acordo com as recomendações do fabricante, ou seja, por alguém especializado. Isso garante, além do perfeito funcionamento do aparelho, a saúde de quem vai estar no ambiente.  Quanto à manutenção, o principal cuidado é a limpeza: procure limpar os filtros ao menos uma vez por semana, a fim de garantir que o ar fique livre de bactérias. Vale lembrar que a imunidade das grávidas é mais baixa, pois elas estão dividindo todos os nutrientes com o neném que está na barriga. Por isso, é preciso ter cuidado com as mudanças de temperatura — mesmo no próprio ar-condicionado. A gestação é um momento que requer muitos cuidados. Se o corpo da mulher está mudando para gerar outra pessoa, todo o conforto possível é bem vindo neste momento. Como o Brasil é um país extremamente quente, contar com um ar-condicionado na gravidez pode ser a melhor forma de tornar a casa ideal para a gestante — sem comprometer a sua saúde, tampouco a do bebê.  E aí, o que você achou desses cuidados? Já está tendo algum deles? Deixe um comentário e compartilhe a sua opinião e experiência com a gente!

Continuar lendo
Barulho no ar-condicionado é sempre sinal de problemas? 4 de abril de 2017

Nem sempre o barulho no ar-condicionado é sinal de problemas no funcionamento, você sabia? Aliás, geralmente, os ruídos que surgem no aparelho são mais fáceis de ser identificados e resolvidos do que você imagina.   Portanto, se em vez de curtir o conforto daquela temperatura ideal no ambiente, você está sofrendo com um barulho intenso, nada de pânico! (mais…)

Continuar lendo
A temperatura interfere na conservação dos alimentos? Descubra agora! 28 de março de 2017

Não há dúvidas de que a temperatura influencia muitas coisas no nosso dia a dia. Nosso humor, aquela boa noite de sono e até mesmo a nossa roupa são afetados pela variação do clima. Mas, além de tudo isso, você já pensou em como ela interfere na conservação dos alimentos e de muitos outros itens? (mais…)

Continuar lendo